Piano

+ Ver comentários

Olha, eu realmente acho que seria uma pessoa muito bem realizada com um Steinway desses...

Minha paixão pelo piano é de como ele me envolve. Pelo bem ou pelo mal, toco para mim, pela graça que significa dançar com meus dedos sobre ele. No entanto, continua sendo um desafio trabalhar a minha tensão e transpassar serenidade enquanto toco para os outros, o que é muito complicado para mim. Mas, desafios existem para serem superados :)

Já fui além das minhas expectativas com minha melhora substancial na leitura, em olhar uma partitura e fazer a música fluir. Na verdade, essa melhora ocorreu por justamente se desafiar com partituras ainda mais difíceis (com apenas uma pauta para dividir as mãos) ou com três, quatro, cinco pautas - onde é necessário ter uma outra dimensão de como ornamentar a música. Assim, as pautas ditas 'simples', em comparação, parecem muito fáceis. O mais curioso no piano é esse elemento de conhecer o complicado e ter noção do que é tranquilo. E o caminho de aprimoramento técnico faz você ter uma outra visão mesmo sobre o que é "tranquilo" (que acaba se tornando complicadinho também, dando a devida atenção a todos os fatores que deixam uma música no seu ponto ideal). ;P

Também gosto de ter desenvolvido uma concepção mais ampla e que abranja mais horizontes, fazendo uma união entre eles e tendo um conhecimento mais próximo do completo, compreendo as razões e os motivos das estruturas, bem como descobrir como tudo é tão perfeitamente arrumado para uma música ser maravilhosa. Isso é incrível, incrível!

E quando você se desprende do formal, 'tocar de cor' - livre, leve e solto - é o que há de mais interessante... ;)

Fico muito feliz em cada dia descobrir mais, aprender mais e realizar o conhecimento. Todavia, o piano é um caminho infinito... Sempre há tanto para se aprimorar e tentar chegar perto da perfeição de uma música e a harmonia de seu som... Por isso digo que hei de morrer tocando piano, ele estando presente até o fim dos meus dias! :)

Dizem que a tua alma é de aço, e realmente é,
Nem por isso sua singeleza é comprometida.
Mas quando queres ser enérgico, agressivo ou mesmo explosivo,
Posso sentir o tremor do teu impero a distancia.
Como pode sussurrar melodias tão doces ao ponto do pranto me levar?
Sentar-se a seu lado é privilégio para poucos, merece respeito,
Só os melhores e mais estudiosos tem esse prazer.
Eu poderia ficar horas só a te observar,
Mas prefiro extrair de ti o que tens de melhor.
Ah! Como é bom poder tocar teu corpo,
Sentir tuas vibrações em minhas mãos,
Perceber o belíssimo timbre da tua voz massagear meus ouvidos.
Oh! Me faz sonhar! Fazei-me viajar,
Leva-me a outros mundos através das obras dos mestres,
Aqueles mesmos mestres que renderam-se ao teu poder,
O poder de encantar e gracejar a todos,
Todos que de ouvidos abertos deixaram tua musica penetrar.
Homens como Mozart dedicaram suas vidas a você,
Mas eu sou apenas um aprendiz, um admirador,
O que posso fazer, é juntar-me a ti
Para que vós, através da tua magnitude
Embeleze minhas humildes inspirações,
Transformando-as em belas canções,
Para que o meu amor possa ouvir.
(...)
E esta noite, tocarás para as estrelas
Esta noite, tocarás para o vento
Tudo porque elas são belas
E por este simples momento.