Civilidade nos mínimos detalhes

+ Ver comentários
A civilidade é o respeito pelas normas de convívio entre os membros de uma sociedade e envolvem conceitos de cidadania e educação que devem estar presentes na consciência de cada um.

Entretanto, tenho visto no dia-a-dia cada vez mais desrespeito pela civilidade, mesmo que nos mínimos detalhes. Fatos disso são indivíduos pulando as roletas de ônibus ou pedestres deliberadamente atravessando o sinal fechado (e ainda fora da faixa)- e muitas vezes acompanhados de crianças que assistem esse mal exemplo. Me questiono como o pedestre que desrespeita as básicas leis de trânsito pode se indignar com o carro que também ultrapassa o semáforo ou com as outras diversas infrações da lei.

Escrevo sobre isso porque presenciei um evento trágico: Em um local em que os semáforos realmente são muito mal organizados, um garoto corre na pista enquanto o sinal ainda estava aberto para carros mas com pouco tráfico, e uma senhora de idade acompanha o menino acreditando que já era permitido atravessar. Subitamente, aparece um carro em alta velocidade e a atropela. Não sei dizer se foi um acidente fatal, mas é uma lástima algo assim acontecer em decorrência de uma mera falta de civilidade.

É preciso que haja a consciência de que como cidadãos temos deveres e direitos, para que não sejamos indivíduos sem limites, egoístas, sem saber jamais exercer a cidadania que é necessária para se viver em sociedade.

Viver em sociedade prescinde uma convivência harmônica e cordial na pluralidade de indivíduos, os quais devem ser igualmente respeitados como pessoas que compõe nossa unidade social.

Para termos posse plena de nossos direitos, é preciso cumprir nossos deveres. Infelizmente, não é essa a concepção que reina e sim a Lei de Gerson.

Falta-nos solidariedade, respeito, disciplina e cidadania para uma sociedade e um mundo melhor.