Fases da vida

+ Ver comentários


As fases da vida são como retratos instantâneos que capturamos de momentos vividos. Elas podem funcionar como ciclos - períodos que se interrompem e se repetem de acordo com as circunstâncias que aparecem e as necessidades ao passar do tempo -, ou também como instantes inovadores que transformam subitamente toda a alternância de ciclos criando 'uma nova etapa'.

Essa concepção se refere a mais um sentido de continuidade e descontinuidade em nossas vidas, permanências e transformações necessárias ao viver - ou melhor, inerentes a própria dinâmica da vida.
O tempo é a dimensão da mudança. Sem percepção da mudança, não há e não pode haver percepção do tempo. E as diferentes atitudes para com o tempo são corolários de diferentes atitudes para com a mudança.
Um fato interessante dessa história é que eu, pelo menos, posso sentir essas fases da vida quando analiso o passado nas mínimas coisas, como por exemplo nas músicas mais escutadas que formam um setlist ou uma trilha sonora da época, sabe?

Além disso, percebi há pouco tempo que essa curiosa sensação de mudança de 'paradigmas' se expressa pelo piano também. ;)

E na verdade, analisar as fases da vida como mudanças de paradigmas é uma perspectiva pertinente se pensarmos que talvez seja justamente assim que funcione: certo elemento se torna preponderante em determinado período e transforma o modelo de vida anterior - trazendo uma nova fase consigo, instaurando uma nova etapa em nossas vidas.