Ritmo de quase férias

+ Ver comentários
Luzes do fim de tarde na Praia de Camburi
Fim de tarde na praia de Camburi
Esses finais de tarde com cara de verão já me deixam com a tranquilidade e paz de espírito leve das férias... Ainda que existam alguns compromissos acadêmicos importantes antes de se declarar férias! E, ah, as férias! Logo logo terei uma ótima experiência de viajar ao exterior e conhecer uma nova realidade lá em Buenos Aires, ao lado do meu amado! ;D

Mas... faz tempo que já estou no ritmo de 'quase' férias, assim como Séneca estipula:

Trabalho e Descanso na Justa Medida

A mente não se deve manter sempre na mesma intenção ou tensão, antes deve dar-se também à diversão. Sócrates não se envergonhava de brincar com as crianças, Catão aliviava com vinho o seu ânimo fatigado dos cuidados públicos e Cipião dançava com aquele corpo triunfante e militar (...) O nosso espírito deve relaxar: ficará melhor e mais apto após um descanso. Tal como não devemos forçar um terreno agrícola fértil com uma produtividade ininterrupta que depressa o esgotaria, também o esforço constante esvaziará o nosso vigor mental, enquanto um curto período de repouso restaurará o nosso poder. O esforço continuado leva a um tipo de torpor mental e letargia. Nem os desejos dos homens devem encaminhar-se tão depressa nesta direcção se o desporto e o jogo os envolvem numa espécie de prazer natural; embora uma repetida prática destrua toda a gravidade e força do nosso espírito. Afinal, o sono também é essencial para nos restaurar, mas se o prolongássemos constantemente, dia e noite, seria a morte.

Séneca, em 'Da Brevidade da Vida'
Agatha