Limites do insaciável

+ Ver comentários

A partir deste texto com a reflexão:
A civilização é uma multiplicação sem limites de necessidades desnecessárias.

Mark Twain
... penso que em meio a insaciável ambição humana, é preciso existir metas pré-estabelecidas - pois senão, a própria ambição é em vão. Mas como saber qual é o limite perante a exponencial escalada da ambição? Mais difícil ainda é discernir em um mundo de tanta insatisfação, onde nada parece ser suficiente - "The World is not enough..." :P

A simplicidade - e até mesmo a humildade - são princípios elementares para não perdermos o foco do que realmente importa. Acredito que tudo é uma questão de equilíbrio¹, e, principalmente, de estarmos atentos ao que queremos para nossa vida. Existe um ponto sutil para a satisfação de viver: Para mim, é um patamar geral do bem-estar e da realização. ;)
On a tout trouvé, sauf la façon de vivre.

Jean-Paul Sartre
  1. E se assim não for, o extremo da ambição na forma de riqueza se transformará em um enorme fardo; quero realização com prosperidade, tranquilidade e paz de espírito! ;)

    Afinal, assim como disse um amigo meu que será um advogado muito bem sucedido: "Eu não quero ser rico. Eu quero ter clientes ricos com muitos problemas." :PP