Vamos vivendo

+ Ver comentários

Kundera e suas reflexões despretensiosamente maravilhosas:

Atravessamos o presente de olhos vendados, mal podemos pressentir ou adivinhar aquilo que estamos vivendo. Só mais tarde, quando a venda é retirada e examinamos o passado, percebemos o que foi vivido, compreendendo o sentido do que se passou.