Passado, presente e futuro

+ Ver comentários

Time present and time past
Are both perhaps present in time future
And time future contained in time past.
If all time is eternally present
All time is unredeemable.
What might have been is an abstraction
Remaining a perpetual possibility
Only in a world of speculation.
What might have been and what has been
Point to one end, which is always present.
Footfalls echo in the memory
Down the passage which we did not take
Towards the door we never opened
Into the rose-garden. My words echo
Thus, in your mind. (...)
Time past and time future
What might have been and what has been
Point to one end, which is always present.
Four quartets, T. S. Eliot

Esse passado, que vive no nosso presente; esse constante presente fugaz (parece que esse tempo aposta uma corrida conosco!); e o futuro, sempre ali naquela ansiosa espreita. Gosto de fazer o máximo que consigo em um dia e, até onde consigo, quero fazer um segundo render tudo que pode. Viajando pela Europa, por exemplo, aproveitava a luz do dia até o último instante. Entre enrolação e concretização, reza a lenda que vou conseguir dar conta de todas as pendências e sentar em paz para escrever por aqui; mas o detalhe é que sou uma pessoa que gosta de postar no impulso mesmo. É inadmissível, para mim, eu não estar encontrando tempo para o meu blog - com tantas coisas que tenho para contar. Dentre mil prioridades, não sobra tempo para escrever decentemente por aqui (em especial, enquanto ainda estou em falta com várias obrigações). Hoje em dia, compartilhar ideias, músicas e fotos se tornou muito mais simples pelas ferramentas do twitter/facebook, mas nem de longe é a mesma coisa - ter esse espaço que é um breve registro de tudo que sou. Quero mudar a cara do blog e escrever novas reflexões, contudo, almejo antes fechar o ciclo de todos os meus relatos europeus. No fim, contamos sobre o passado, mas também tratamos sobre o presente. Sobretudo, meu presente é sempre marcado por novos objetivos e aspirações - pois a vida é essa eterna busca da realização. Em todo caso, isso só vale se soubermos apreciar o valor singelo de certas coisas no nosso caminho, senão apenas vivemos no ritmo de insatisfação e preocupação. A melhor amostra da minha viagem, ao meu ver, são as minhas fotos de summer flowers. Então esse é o primeiro aspecto que compartilho por aqui - em homenagem a nossa primavera também :)