Paz

+ Ver comentários

Se eu pudesse definir somente um aprendizado que foi muito importante para mim em 2013, seria a busca da paz interior em meio a inquietude. Seja onde for, sempre há tanto para apreciar e tanto para agradecer. E isso não é o mesmo que apenas se contentar.

O ano novo de sempre: Vitória não é a cidade mais criativa em comemorações de reveillon, mas a cada ano acho que os fogos na praia ficam mais bonitos. Na noite da virada de 2012/2013, fiz questão de visitar minha mãe trabalhando no hospital e as pessoas que estavam passando o ano novo lá; é nesse momento que pude ver a importância de uma palavra de esperança, de um toque, de um olhar. Sobretudo, como é sublime ter saúde - o primeiro de todos os desejos. Agora, em 2013/2014, estamos passando por um contexto crítico de reconstrução no Espírito Santo - das inúmeras cidades sem estrutura e pessoas que perderam tudo em razão das fortes chuvas. O ES precisa de verdadeira solidariedade e apoio: esses são os valores que precisamos cultivar no ano novo (não apenas o efêmero instante de palavras bonitas e alegria na mudança de data). Porque afinal, é como no poema de Drummond:

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano
se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar
que daqui pra adiante vai ser diferente...

... para você,
desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.

Para você,
desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
que sua família esteja mais unida,
que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe
desejar tantas coisas
mas nada seria suficiente...
Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada
minuto, rumo a sua felicidade!

Acredito - e gosto muito - do contexto de fim de ano (cidade bonita e o ar de férias), confraternizações em família (às vezes um dos poucos momentos de união), festas de ano novo e o feriado 01/01, o qual realmente aprecio esse ano. :) Mas sempre parei para pensar sobre o dia da paz, que é uma chance para as pessoas iniciarem o ano, um novo ciclo, com o pé direito. Tanto no âmbito da paz interior, que é uma constante construção, quanto no geral, que é um longo processo de compreensão. Ainda falta (muito) para transcendermos nossas realidades individualistas e chegarmos em um patamar da coletividade (sem fronteiras).

Na esfera pessoal, todo dia é dia de renovação e descoberta. E uma das coisas importantes que me dei conta em 2013 foi o seguinte:

Em continuidade ao post anterior, para mim a vida é um conjunto perpétuo de tentativas de realização. Superando preocupações e inquietudes, pude aproveitar muito 2013. Além da viagem que sempre tanto sonhei, para Europa, fui duas vezes para Brasília, tive umas três ou quatro idas e vindas ao Rio de Janeiro, viajei e conheci melhor o interior do meu estado, visitei bem feliz pela primeira vez Curitiba e fui ao menos uma vez, como de praxe, para Belo Horizonte e Ouro Preto. Se desse, eu ainda teria ido para muitos outros lugares! Mas, registrando assim, já foram muitas coisas, não?! =) E que foram acontecendo. Por isso, não sei o que vai ser de 2014 - só espero que as coisas possam ir se encaminhando! Finalmente, é o ano da minha formatura e de outras definições - então, vamos ver o que o futuro nos guarda! Que 2014 seja um ano sensacional!